Icon-entendaomineo

Entenda o Mineo


Antes de nos enviar um e-mail, talvez alguma dessas perguntas te ajudem a tirar alguma dúvida. Se não, pode escrever mesmo. A gente responde. :)


O Mineo trabalha com Chamadas Criativas de materiais. O que é isso?

A nossa ideia, mais do que criar uma comunidade de pessoas pensando e desenvolvendo produtos de forma colaborativa, é fazer com que essa comunidade pense em produtos que solucionem problemas reais. E o problema que estamos enfrentando agora é: uma grande quantidade de empresas e grupos no Brasil, formados por pessoas que pesquisam e desenvolvem materiais de forma responsável, muitas vezes não tem tempo ou não tem recursos para investir em desenvolvimento de produtos derivados de seus materiais. E esse é o nosso desafio! Ajudar a essas pessoas a diversificarem seus materiais por meio de novas aplicações. Ou seja, se você for inscrever uma ideia, antes dá uma olhada para ver se ela pode ser feita com os materiais que estamos propondo nessa primeira Chamada Criativa ;)


O Mineo quer se transformar em uma comunidade de desenvolvimento. E para isso é preciso pessoas engajadas

Se você for colocar uma ideia, não basta enviar a ideia e sumir. Vamos ficar com saudades ;) Ao colocar sua ideia na plataforma, chame sua rede de amigos para opinar, divulgue em seus canais, como facebook e email, e fique atento para interagir com as pessoas que comentarem na sua ideia. Elas vão gostar com certeza da sua atenção e você, pode apostar, vai gostar da riqueza de comentários que vão surgir! Além disso, procure olhar as outras ideias na plataforma e interagir com os outros autores. Engajamento é super importante para construirmos juntos essa comunidade!


Porque eu tenho que pagar para colocar minha ideia?

O Mineo cobra R$10 por ideia colocada por uma premissa básica: a gente achou que se fosse gratuita a inscrição, teria chance de algumas pessoas colocarem 50 ideias ao mesmo tempo e depois sumir ;) Assim a gente acredita que todos irão compartilhar somente aquelas ideias que acreditam, e que irão cuidar com carinho! O que você acha disso? Se for algum problema para você esse pagamento, manda um email pra contato@mineo.co para ouvirmos o seu feedback!


Para a brincadeira do Mineo funcionar, os colaboradores das ideias são super importantes!

A graça de jogar uma ideia no mundo para que ela seja comentada é... que as pessoas comentem ;) Nada mais óbvio né? Mas às vezes ficamos com preguiça de olhar as ideias dos outros e deixamos de jogar o jogo da colaboração. Nessa horas, é só lembrar que 5 minutinhos do nosso tempo podem representar uma grande ajuda para o realizador de uma ideia! E a graça do Mineo é que é a própria comunidade que diz quão valiosa é uma colaboração. Quanto mais aplausos ela receber da comunidade, mais influência ela terá no produto final. E quanto mais influência ela tem, mais o autor da colaboração colhe os frutos financeiros na venda do produto. Simples assim: quanto mais colaborações uma ideia tiver, melhor a chance de ela se tornar um bom produto, e mais pessoas irão ganhar com a venda final. Bora colaborar?


Como é que funciona esse lance de distribuição de lucros pela comunidade? Só o realizador da ideia ganha? Ou os colaboradores ganham também?

A proposta do Mineo é que todos saiam ganhando! Uma vez que uma ideia é selecionada para se transformar em um produto de verdade, todos que estiveram envolvidos de alguma forma na construção daquela ideia serão remunerados. Seja o autor da proposta inicial, sejam os colaboradores que comentaram, opinaram e validaram aquela ideia. Como estamos em um momento inicial da plataforma, onde estamos testando muita coisa, o cálculo da remuneração ainda pode mudar. Mas, para começarmos com alguma coisa, pensamos no seguinte modelo simplificado:

→ No caso do produto ser vendido no varejo, 15% do preço final deste produto será revertido para a comunidade Mineo. Desse valor, 45% irá para o autor da ideia e os outros 55% serão divididos entre os colaboradores, em função do número de aplausos que suas colaborações receberam ao longo da criação do produto.

→ Já no caso do produto ser vendido no atacado, 5% do preço final deste produto será revertido para a comunidade Mineo. A forma de divisão desses 5% será a mesma do varejo: 45% para o autor e 55% para os colaboradores.


Quem vai selecionar as ideias que irão se tornar produtos? E quem vai transformar estas ideias em realidade?

Todos juntos iremos selecionar as ideias mais promissoras, que podem se transformar em realidade. Será uma soma de critérios, incluindo os aplausos da comunidade, o nível de engajamento envolvido na criação da ideia, além de aspectos técnicos e econômicos, que justifiquem a fabricação da ideia (não adianta uma proposta de fabricar um foguete com fibra de coco ser bem aceita pela comunidade, pois não vai rolar de virar realidade ;P). Uma vez selecionadas as ideias que irão virar realidade, a equipe do Mineo irá articular com os fornecedores parceiros tudo o que for necessário para modelar, prototipar e fabricar o produto. No nosso time temos designers e engenheiros com experiência em co-desenvolver e co-fabricar produtos em rede com outras pessoas. É o caso do Boocase, dos óculos Zerezes e do Terravixta.


E onde serão vendidos os produtos do Mineo?

Boa pergunta ;) Antes de um produto chegar ao mercado, vamos testar sua aceitação com uma venda de um lote inicial no Catarse. Junto com o fabricante do produto, vamos estipular uma quantidade mínima que justifique investir na produção e iremos chamar a comunidade a financiar esse lote inicial junto com a gente. Vai funcionar como uma pré-venda mesmo: se você acreditar naquele produto, você investe no lote inicial e recebe em troca o próprio produto. Mas somente se atingirmos a meta financeira necessária ao lote inicial. Caso a gente não atinja a meta, seu dinheiro volta para você, e o produto não vai ganhar vida! Afinal, pra que colocar no mundo um produto que não faz sentido pra ninguém?

Agora, se o lote inicial for bem-sucedido, esse produto entra na linha de produtos do Mineo, e passa a ser vendido em nossa loja online (que ainda não existe, por motivos óbvios ;))... Estão em nossos planos também fechar parcerias com lojas físicas, interessadas em revender os produtos. Mas para isso precisamos ter os produtos na mão primeiro para então contactar esses potenciais parceiros. Cada passo de uma vez né?

Carregando...